Vós sabeis o Caminho! (Jo 14,1-6)

Hoje, temos mapas e roteiros turísticos. Antes de sair de casa, examinamos o caminho a seguir. E não adianta muita pressa – como na sociedade atual – se não sabemos para onde estamos indo… Do contrário, corremos o risco de sair para as Índias e descobrir o Brasil. Um português já cometeu este engano…

Jesus Cristo afirma a seus discípulos: “Vós sabeis o caminho”. Tomé, porém, se fez de desentendido: “Senhor, nós não sabemos para onde vais…” Ora, o Mestre, já em clima de despedida, estava de viagem marcada para o Pai. E aproveita para recordar a lição mal aprendida pelos discípulos: “EU SOU o Caminho… Ninguém VEM (no latim, venit) ao Pai, a não ser por mim”.

Muitas traduções dizem: “Ninguém vai ao Pai”, como se o Pai estivesse bem longe, lá no céu, e – o que é pior – afastado de Jesus. E Jesus acrescentaria a seguir: “Quem me vê, vê o Pai!” Encontrar-se com Jesus é encontrar-se com o Pai. Aliás, Jesus não é UM caminho entre outras estradas possíveis, à nossa escolha: Ele é O Caminho. Esta exclusividade cristã incomoda, eu sei, parece pretensiosa. Mas é a Verdade.

E a frase completa de Jesus inclui também isto: “EU SOU o Caminho, a Verdade e a Vida”. Os especialistas nos textos joaninos já chamaram a atenção para o fato de que esta é uma das frases de Jesus nas quais surge o Nome de Deus: EU SOU. A mesma frase que, pronunciada diante dos esbirros do Templo que prendiam Jesus, no Monte das Oliveiras, lançou-os todos por terra (cf. Jo 18,6).

Tristes tempos os nossos! Teólogos voláteis reduzindo Jesus Cristo a um caminho entre outros, opcional… Filósofos afirmando que há muitas “verdades”: cada um tem a sua, uma verdade “de algibeira”, que se acomoda à moda dominante. E, natural, acabam por perder a Vida que lhes é oferecida no Filho de Deus.

Nós precisamos urgentemente recuperar a noção de “caminho”: um roteiro ou estrada que nos leva com certeza a algum lugar determinado, um alvo a ser atingido. Não é a mesma coisa que uma pista de Fórmula Um: aqui, o piloto corre a 300 km/h, arrisca a própria vida e, ao final, depois de percorrer centenas de quilômetros, encontra-se exatamente no mesmo lugar de onde saiu!

Jesus é o Caminho. Por ele – só por ele! – chegamos ao Pai…

Orai sem cessar: “Tua Palavra é luz para o meu caminho.” (Sl 119,105)

Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança