26/02/2019 – Seja o último! (Mc 9,30-37)

Jesus acaba de anunciar – pela segunda vez! – a sua própria morte e, pelo caminho, os discípulos discutem entre si quem deles seria o maioral quando o Mestre instalasse o seu reino. Como é difícil acolher os valores do Evangelho quando estamos encharcados da mentalidade do mundo!

Hoje como naquele tempo, podemos gastar nossas energias para vencer, crescer, destacar-nos, arrancar aplausos e elogios, obter promoção e aumento de salário, acumular dinheiro e poder. Em suma, podemos viver como pagãos.

Ao contrário, quem perde é humilhado, alvo de zombaria e desprezo. Para os vencidos do sistema, sempre sobra mais rejeição do que misericórdia.

Pois a lição de Jesus aponta para o polo oposto: seja o último! E para não ficar apenas em palavras, como os mestres deste mundo, Jesus vive o que ensinou: é rejeitado, perseguido, difamado, preso, condenado à morte. Depois de toda essa experiência, Jesus deve preferir os humildes. É o que ensina Isaac, o Sírio, monge do século IV:

“Os olhos do Senhor contemplam os humildes para que eles se alegrem. Mas a face do Senhor se desvia dos orgulhosos para os humilhar. O humilde sempre recebe a compaixão de Deus. Mas a dureza de coração e a pouca fé surgem sempre antes de acontecimentos terríveis. Faz-te pequeno em tudo diante dos homens, e serás elevado mais alto que os príncipes deste século. Desce mais baixo do que tu mesmo, e verás a glória de Deus em ti; pois ali onde germina a humildade, ali se expande a glória de Deus. Se tens a humildade em teu coração, Deus te revelará a sua glória. Não procures ser honrado, pois estás cheio de chagas. Reprime a honra, e serás honrado. A honra foge daquele que corre atrás dela. Mas a honra persegue aquele que foge dela, e anuncia a todos os homens a sua humildade.”

Talvez seja este um dos pontos em que nossa vida mais se afaste do Evangelho de Jesus Cristo. Vivemos ocupados (e pré-ocupados) demais com nossa própria pessoa. O que pensam de nós. O que dizem de nós. Como ser aprovado por todos. Como melhorar nossa aparência. Como não ser deixado de lado. Como obter o primeiro lugar…

E como Jesus escolheu para ele o último lugar, vai ser difícil encontrá-lo enquanto nós formos os primeiros…

 

Orai sem cessar: “Aprendei de mim, porque sou manso e humilde…” (Mt 11,29)
Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.