Em 2016 a paróquia São Miguel Arcanjo, Setor Conquista, Região Belém, celebrou o Jubileu dos dez anos de sua instalação canônica.  Ela é uma  das mais  novas missões do Missionários do  Sagrado Coração, assumida em  janeiro de 2015. A história das comunidades paroquiais, contudo, é bem mais ampla e já soma quase trinta anos. Começou com uma ocupação e transformou-se num vicejante bairro. Desde o princípio a presença da Igreja católica foi sentida de vários modos. Guardar essa memória é um imperativo para a comunidade paroquial. Por esse motivo, um grupo de membros da comunidade elaboraram um livro chamado: Histórias de Conquista, relatos da ocupação da ocupação do Jardim da Conquista e da criação da paróquia São Miguel.

Trata-se de um pequeno opúsculo dividido em três partes.

A primeira narra como a ocupação tornou-se bairro e como este tornou-se paróquia.

A segunda parte, é um coligido de testemunhos  de fiéis  sobre a paróquia;

Por fim, a história de cada uma das comunidades é narrada, num último fragmento.

O  livro conta com uma apresentação   feita pelo bispo de Mogi das Cruzes, Dom Pedro Luiz Stringhini, que foi um dos pioneiros do trabalho nessa  região ainda como  padre  e, quando da criação,  era o bispo da região Episcopal.  A organização do  texto foi conduzida pelo  Pe. Reuberson Ferreira, mSC e o prefácio  é assinado pelo Pároco, Pe. Alex, mSC  Entre os que  assinam  partes da obra  encontra-se  um  grupo de fieis, acadêmicos e profissionais das ciências sociais. Nomeadamente:  Danyo Rodrigues, José Lemos, Judite Rodrigues, Rosy Paes, Maria do Socorro Fernandes e Valéria Almeida.

O lançamento  oficial  está previsto  para agosto deste ano na própria paróquia.  O selo editorial do texto está sob a chancela da Scorteci editora.

(Pascom São Miguel)