Imagino que vocês, na escola, devem ter ouvido falar de Carlos Drummond de Andrade.  Mineiro de Itabira, de Mato Adentro, estudou com jesuítas. Morreu em 1987. Sobre o tempo, ele tem um belo poema que no fim do ano faz sucesso. Diz assim:

“Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí, entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número, e outra vontade de acreditar que daqui para diante vai ser diferente”.

(A ideia genial de fatiar o tempo. Carlos Drummond de Andrade.)

Estamos chegando a mais um fim de ano. Demos graças a Deus por tudo o que Ele realizou em nossa vida e em nossa família. Foi um ano de muitas graças, trabalhos, convivência, oração, evangelização e partilha. Creio que crescemos como pessoas humanas de fé e amor.

Deus abençoe a tantas pessoas que estiveram unidas aos Missionários do Sagrado Coração, em nossas comunidades e pelos meios de comunicação. Deus abençoe a você que procurou se unir aos MSC na divulgação de nosso carisma, espiritualidade e missão. Que este espírito de fé e de serviço nunca se apague do seu coração.  Você é fundamental em nossa missão como Missionários do Sagrado Coração.

Está chegando o tempo do Natal. É tempo de alegria e de celebrar a festa de um Deus que se fez pequeno, criança, e veio morar no meio de nós. Para que este mistério da encarnação seja celebrado dignamente é necessário que participemos das celebrações do Advento.

O Advento é formado de quatro semanas. Nas duas primeiras, a Palavra de Deus nos prepara para o encontro definitivo com Deus na eternidade; nas duas últimas semanas ela nos prepara para o Natal, que também é um encontro com Jesus Cristo que vem ao nosso encontro no dia 25 de dezembro de cada ano.

Desejo a vocês um feliz Natal, repleto das bênçãos e da luz que vêm do Cristo.

Peço que vocês continuem rezando pelas vocações religiosas e sacerdotais. E, em especial, rezem pelos Missionários do Sagrado Coração para que consigam ser fiéis à sua missão de fazer Amado por toda parte o Sagrado Coração de Jesus. Eternamente.

Pe. Manoel Ferreira dos Santos Junior, MSC
Superior Provincial