Francisco chega a Lesbos e agradece generosidade dos gregos

O avião papal aterrissou no aeroporto de Mitilene, em Lesbos, às 10h03 hora local. Francisco foi recebido na pista do aeroporto pelo Primeiro Ministro Alexis Tsipiras e, em seguida, foi saudado pelo Patriarca Ecumênico de Constantinopla, Bartolomeu e pelo Arcebispo de Atenas e de toda a Grécia, Sua Beatitude Hieronymos.

REUTERS1380358_Articolo

No encontro privado com o Primeiro Ministro, as primeiras palavras do Papa foram de agradecimento pela acolhida e também pela generosidade do povo grego em acolher os refugiados.

Após ouvir as boas-vindas do Patriarca Bartolomeu, o Arcebispo de Atenas e de toda a Grécia dirigiu as seguintes palavras ao Papa:

“O senhor chega em um momento crítico para o nosso povo: a questão econômica, mas estes são problemas que afligem não só a Grécia, aqui devemos enfrentar também a questão dos refugiados e isto é maior do que podemos resistir. O Sínodo da Igreja da Grécia enviou uma carta a todos os líderes da Europa e, sobretudo, aos chefes das Igrejas Cristãs, para que saibam deste problema, para que estejam juntos espiritualmente. Obrigado por aceitar este convite para vir aqui. Seja bem-vindo!”

Lesbos é uma ilha grega localizada no nordeste do mar Egeu. É a terceira maior ilha da Grécia e a sétima do Mediterrâneo. Sua população é de aproximadamente 90 mil habitantes, um terço dos quais vive em sua capital, Mitilene, no sudeste da ilha. A capital foi fundada no século XI a.C.

Fonte: radiovaticana.va