Faça-se em mim… (Lc 1,26-38)

Este Evangelho da Anunciação – selecionado para a memória litúrgica de Nossa Senhora do Rosário – é uma das perícopes evangélicas mais repetidas na liturgia da Igreja. E com razão, pois se trata do momento da Encarnação do Verbo de Deus. São Lucas narra o episódio da História da Salvação em que uma jovem mulher, escolhida por Deus, é convidada a prestar seu assentimento ao desígnio de Deus em favor da Humanidade. E a resposta de Maria é um SIM que salva. Ela coopera com o Salvador.

Assim, é por Maria – através de Maria – que nosso Deus se inseriu no vir-a-ser do mundo para lhe devolver o seu sentido (já perdido pelo contrassenso do pecado). É nela, Maria, que a humanidade inteira diz SIM ao plano de salvação. Ao dizer FIAT ao anjo, Maria gera o ser de graça do gênero humano. É por isso que, sendo Mãe de Deus, ela é também Mãe dos homens.

E nisto reside toda a grandeza de Maria: ela é, para a Encarnação do Verbo e, assim, para a salvação do mundo, a única colaboradora indispensável de Deus!

Ainda é preciso deixar claro que Deus é infinitamente livre e que, de maneira alguma, sua vontade poderia ser condicionada. Logo, o consentimento de Maria não é, pois, a condição sine qua non [= indispensável] da Encarnação. Mas, sendo o plano de Deus aquilo que sabemos dele, é justo falar de um “consentimento necessário”. Foi assim que Deus escolheu e preferiu agir para nos salvar.

Deus – o Criador de nossa liberdade – é sempre o primeiro a respeitar nosso livre arbítrio. Cheio de amor e respeito por nós, ele jamais nos possuiria ou arrebataria como uma presa. Assim, é em plena e total liberdade que a Santíssima Virgem assume sua missão junto ao Verbo.

Ao longo da História da Igreja, uma legião de fiéis se inspirou no SIM de Maria para darem, também eles, sua contribuição pessoal para a edificação do Reino de Deus entre os homens.

No meu caso pessoal, estou decidido a dizer o mesmo SIM?

Orai sem cessar: “Faça-se em mim conforme a tua Palavra!” (Lc 1,38)

Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança