Quero partilhar três pensamentos com você.

1)      Jesus é o coração misericordioso do Pai.  Com essa frase estou parafraseando o pensamento do Papa Francisco, que diz que Jesus é o rosto misericordioso do Pai. Nós só conhecemos Deus no jeito de ser de Jesus. Ele disse, um dia, “Eu e o Pai somos um”. Assim os gestos e palavras de Jesus são o modelo e a indicação de quem é o Pai. Como Deus pensa e age. A atitude de misericórdia de Jesus é o jeito de ser de Deus.

2)      Deus é generoso. Esse é para mim, junto com a misericórdia, um dos atributos mais bonitos de Deus. A generosidade. Ela se expressa no jeito de ser de Jesus. Quando Jesus realiza algum milagre, Ele dá sempre mais do que se pede. Quando Lhe pedem a cura, Ele acrescenta o perdão, quando Lhe pedem pão, Ele multiplica, e sobram doze sextos cheios. Assim Deus é conosco. Apenar de nossa pequenez, pecados e limitações, Deus conta conosco e nos dá graças de sobra para realizarmos a nossa missão. Não somos dignos, mas Ele nos quer como servidores do Evangelho. Basta olhar nossa vida e perceber o quanto Deus tem sido generoso para com você. Leia a sua vida a partir das ações de Deus.

3)      Deus é o centro e eu sou periferia. Deus deve ser o centro de nossa vida e não nossa vida o centro do mundo. Vivemos num tempo de muito egocentrismo. Achamos que somos o centro do mundo. Ficamos viciados em acharmos que tudo deve girar em torno de nós mesmos. O Padre acha que é o centro da Igreja, o Pai acha que é o centro da família, o adolescente acha que tudo deve ser em função dele. Até nossas orações muitas vezes são no sentido de que Deus deve estar me servindo o tempo todo. Esqueço-me de agradecer, de rezar pelos outros, de me colocar à disposição das coisas de Deus. Deus é o centro e o Reino de Deus deve ser o centro de minha vida e missão.

Desejo a você, um tempo de graça e de crescimento na fé.

Amado seja por toda parte o Sacratíssimo Coração de Jesus!

Servi ao Senhor com alegria!

Pe. Manoel Ferreira dos Santos Junior, MSC
(Superior Provincial)