Os encontros se realizam no complexo do Santuário Nacional, divididos entre reuniões no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida, e missas na Basílica de Nossa Senhora Aparecida.

Neste final de semana tivemos o Retiro dos bispos que se concluiu neste domingo com a celebração Eucarística. O pregador do Retiro foi o Abade trapista Dom Bernardo Bonowitz. As atividades foram retomadas nesta segunda-feira com a celebração da Santa Missa no Santuário Nacional, presidida por Dom Guilherme Werlang, Arcebispo de Goiania. Recordamos que a Assembleia Geral termina na sexta-feira próxima, dia 5 de maio.

O tema central do encontro é a iniciação cristã, tema baseado nas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora para o Brasil, documento que define as necessidades de trabalho da Igreja Católica no país para o período de 2015 a 2019.

Ainda durante os trabalhos outros assuntos estão ganhando a atenção dos bispos como temas relacionados à realidade socioeconômica e política do Brasil.

Outro ponto importante para os trabalhos da Assembleia é a apresentação de documentos sobre os ritos católicos. Ao menos dois subsídios que tratam do tema devem ser apreciados e debatidos pelos bispos ainda nesta semana.

A programação conta ainda com uma celebração Ecumênica amanhã, dia 2 de maio, recordando os 500 anos da Reforma Protestante. Na quinta-feira, dia 4 de maio, será realizada uma Sessão Mariana, em comemoração pelos 300 anos do Encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida e 100 anos das Aparições de Fátima.

Mas sobre os trabalhos, nós conversamos com Dom Paulo Mendes, Arcebispo de Uberaba.