advento

O Advento é o tempo litúrgico de preparação alegre para o Natal. Se fôssemos traduzir o sentido dessa palavra, seria melhor usar as expressões: “Ele vem chegando…” ou “Ele está pra chegar…” Ele, quem? Jesus, nosso Redentor.

A Liturgia, porém, não se contenta em comemorar um acontecimento do passado. Ela não somente recorda o que aconteceu, mas, pela força do Espírito Santo, atualiza para nós, hoje, o mistério da Encarnação. A celebração litúrgica louva a Trindade santa pela vinda do Verbo eterno, e, ao mesmo tempo, renova a presença viva de Jesus no meio de nós, levando-nos a celebrar a alegria da nossa fé.

Os 4 domingos do Advento nos convidam a meditar sobre duas dimensões da vinda de Jesus. A primeira vinda, quando se encarnou no seio de Maria Santíssima e nasceu em Belém. E a segunda vinda, quando voltará para encerrar a história humana e julgar os que aceitaram e os que rejeitaram o Reino de Deus, inaugurado por Ele.

A Liturgia da Palavra, que anuncia essa segunda vinda, nos convida a fazer um balanço da nossa vida, ao longo do ano que está para terminar. Vale a pena examinar até que ponto nossa vida e nossos atos caminharam de acordo com o Reino de Deus. É tempo de acertar bem as contas, seja para agradecer, seja para pedir perdão, se ficamos em dívida com o mandamento do amor, com a justiça, com a verdade, com a caridade etc.

O melhor modo de preparar o Natal é cuidar do presépio do nosso coração, para que esteja bem limpo e iluminado. Não podemos perder de vista que a segunda vinda de Jesus para nós pode acontecer a qualquer momento da nossa existência.

Talvez, ao invés de celebrar o Natal de Jesus para nós, iremos celebrar o nosso Natal para Jesus.

Jesus, nossa Cabeça, já nasceu. Nós, o seu Corpo, ainda estamos nascendo. Natal de Jesus é passado, celebrado com alegria e esperança. O nosso Natal com Jesus é presente, na medida em que o Espírito Santo vai realizando o nosso nascimento espiritual, para que brote em nós, através da graça divina, uma nova criatura, semelhante a Jesus. Seria tão bom, se a cada ano, ao celebrar o Natal de Jesus, nós procurássemos nascer um pouco mais para Jesus e para o seu Reino.

Prepare bem o Natal deste ano, participando da Novena do Natal em Família. Se já tem o seu grupo de famílias, incentive a todos para que participem. Se ainda não existe, tome a iniciativa de convidar algumas famílias, vizinhas ou amigas, para se unirem a sua família e fazer a novena.

Vale a pena evangelizar novamente o Natal, para que não se reduza a comércio e comilanças. Natal sem Jesus é Natal sem vida. Natal com Jesus é força de esperança que nos fará viver bem ao longo de todo o novo ano.

Pe. Ulysses da Silva, C.Ss.R.

A12.com