Dois dias depois de voltar de Turim, o Papa Francisco agradeceu aos habitantes da cidade pelo acolhimento. Em especial, agradeceu ao Arcebispo Dom Cesare Nosiglia, aos doentes do Complexo do Cottolengo e aos jovens.

“Senti-me realmente em casa, abraçado pelo afeto e pela hospitalidade de todos vocês. Que o Senhor os abençoe e também toda a cidade”, disse o Papa. “Não esperava que Turim respondesse tão bem, com entusiasmo e grande afeto”, disse por sua vez Dom Nosiglia.

De acordo com o Arcebispo de Turim, o balanço “é mais do que positivo”, sendo a visita do Papa “o momento mais emocionante”. Depois de 67 dias de exposição, cerca de 1,5 milhão de peregrinos viram o Sudário.